21.02.2013

Lampreia do Rio Minho nos restaurantes e perícia automóvel no centro histórico

A iniciativa, que junta milhares de pessoas de Portugal e da Galiza, foi apresentada hoje publicamente no Castelo de Santiago da Barra, em Viana do Castelo, com as presenças do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto Domingues, o diretor da prova, António Paiva, e o presidente e vice-presidente da Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte, Melchior Moreira e Júlio Meirinhos  

 

Nestes dois dias, os restaurantes participantes nesta iniciativa gastronómica apresentam, nos respetivos cardápios, diversas formas de confecionar aquele ciclóstomo que será acompanhado, entre outros, pelo afamado Alvarinho, vinho que fica bem em qualquer mesa do mundo.

 

Este repasto tradicional, confecionado com recurso a segredos culinários passados de geração em geração, será acompanhado pela doçaria típica da região (barriguinhas de freira, roscas, papudos ….) e complementado, no domingo, com a realização do XXXVI Rali à Lampreia, prova de perícia automóvel na Praça Deu-la-Deu, centro histórico da localidade raiana. 

 

Com organização do Sport Clube do Porto e Desportivo de Monção, prevê-se a presença de meia centena de participantes de Portugal e Espanha. As provas de perícia automóvel realizam-se às 11h00 e 16h00. A entrega de prémios está prevista para as 18h00, no auditório da Casa do Curro

 

 Muito público na assistência

 

À semelhança de anos anteriores, este acontecimento promete encher as ruas do centro histórico da localidade e fazer as delícias dos participantes que têm a possibilidade de articular a aventura da perícia automóvel com o prazer de degustar uma saborosa lampreia do rio Minho.

 

O Rali à Lampreia é um dos pontos altos da promoção daquele produto gastronómico no âmbito da iniciativa "Lampreia do Rio Minho – Um Prato de Excelência", organizada pela Adriminho, pela Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal e pelos municípios do Vale do Minho para animar a restauração nos meses de fevereiro e março.

 

Com esta iniciativa, pretende-se a divulgação de um dos principais atrativos culinários da região que, em conjunto com a realização de atividades culturais, festivas, lúdicas e desportivas, transforma, nestes dois meses, o território constituído pelos seis municípios num espaço apelativo e convidativo para os visitantes.

 Como descontrair….

 

Em Monção, o programa compreende ainda visitas, com marcação prévia, ao Paço do Alvarinho (251 653 215), Palácio da Brejoeira (251 666 129), Centro Interpretativo do Castro de S. Caetano (962 124 650), e Casa Museu de Monção/Universidade Sénior (251 652 160).

 

Nestes dois meses, quem visitar Monção pode também passear pelo amuralhado fernandino e ruas do casco urbano, descontrair-se no parque termal (balneário termal, piscinas municipais, parque infantil/radical, passadiço junto ao rio Minho) e caminhar pela Ecopista do Rio Minho e Trilho da Carvalheira, em Abedim.