Notícias CM-Monção> http://www.cm-moncao.pt Notícias CM-Monção pt Tue, 17 Jul 2018 00:00:00 GMT Tue, 17 Jul 2018 00:00:00 GMT gici@cm-moncao.pt suporte@noronesc.pt LARA APOSTA NA VALORIZAÇÃO DA REDE VIÁRIA E NA PROMOÇÃO TURÍSTICA DA FREGUESIA http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43301 As prioridades do executivo local incidem na requalificação da rede viária, através da beneficiação da E.M. 508 e E.M 507 – 1, bem como na valorização territorial e turística, potenciando as Cascatas do Fojo e o Largo de Santo António.   ]]> Tue, 17 Jul 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43301

A requalificação da rede viária, a revitalização das tradições e a beneficiação do património construído são prioridades comuns às juntas de freguesia do nosso concelho que, desta forma, apostam no aumento da qualidade de vida e bem-estar das populações locais. 

A freguesia de Lara, visitada na passada quinta-feira, 12 de julho, no âmbito da iniciativa “Roteiro de Proximidade”, é um exemplo concreto dessa estratégia de desenvolvimento, juntando-lhe algumas preocupações de ordem paisagística e turística focadas na valorização do seu território.

Neste périplo pelos lugares da freguesia, António Barbosa, constatou o asseio da freguesia, pontuado, aqui e ali, por pequenos e apelativos espaços ajardinados. Paragem no parque infantil, primeira obra inaugurada por António Barbosa, a 22 de outubro, um dia após a tomada de posse.

Acompanhado pelo presidente, Carlos Vieites, e pelo tesoureiro, Sérgio Fernandes, o autarca monçanense inteirou-se da relevância para a população local da requalificação da Estrada Municipal 508, ligação a Pias, e da Estrada Municipal 507 – 1, a qual atravessa particamente toda a freguesia.

Neste capítulo, decorreu uma visita ao acesso ao Minho Parque – Entrada Sul, trajeto rodoviário aberto ao trânsito automóvel numa extensão muito próxima de 1300 metros, o qual assegura ligação à freguesia de Lara e facilita a circulação entre as freguesias do Vale do Gadanha.

Após deslocação ao Alto da Cotorinha, antiga eira comunitária com uma vista deslumbrante sobre a freguesia, realizou-se uma visita a dois locais prioritários para o executivo municipal numa perspetiva de valorização territorial e turística: Cascata do Fojo e Largo de Santo António.  

As Cascatas do Fojo são um tesouro por desvendar. Desconhecidas de muita gente, exceção feita aos habitantes da freguesia, as cascatas constituem um espaço propício ao descanso e relaxamento. A ideia da junta de freguesia é potenciar aquela área, através da limpeza dos acessos, colocação de sinalética, criação de lagoa e aumento da segurança/proteção.

Em relação ao Largo de Santo António, pretende-se a valorização paisagística daquele espaço amplo, colocando-o à disposição da atividade festiva, recreativa e cultural da freguesia. Está pensada a construção de muros de suporte e a instalação de casas de banho.

Neste “Roteiro de Proximidade” em Lara, António Barbosa visitou ainda a Fundação João Pinto Monteiro e a Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Santa Eulália, a funcionar na antiga escola primária da freguesia. Neste caso, é objetivo do executivo local valorizar aquele espaço de convívio, através de melhoramentos na caixilharia e no telhado.

]]>
FESTA FINAL DA INICIATIVA “ATIVIDADES DE VERÃO” NO PARQUE DAS CALDAS http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43281 A festa final da iniciativa “Atividades de Verão”, iniciada no passado dia 25 de junho, decorreu na passada sexta-feira,13 de julho, no Parque das Caldas, com a realização de várias atividades, “mergulho” na piscina municipal descoberta, e um picnic com todos os participantes, aberto aos encarregados de educação. ]]> Mon, 16 Jul 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43281

A festa final da iniciativa “Atividades de Verão”, iniciada no passado dia 25 de junho, decorreu na passada sexta-feira,13 de julho, no Parque das Caldas, com a realização de várias atividades, “mergulho” na piscina municipal descoberta, e um picnic com todos os participantes, aberto aos encarregados de educação.

Destinando-se a crianças dos 3 aos 6 anos do concelho, o programa contemplou um conjunto de atividades repletas de animação e aprendizagem, tendo decorrido na Escola Básica José Pinheiro Gonçalves e na EB1 do Vale do Mouro – Tangil, entre as 9h00 e as 17h00, com intervalo para almoço, nas cantinas das escolas.

Promovidas pela Câmara Municipal de Monção, as “Atividades de Verão” contaram com a colaboração do Agrupamento de Escolas de Monção e diversas instituições, associações e clubes do concelho. Todos receberam diplomas de participação. Bonitos. Como a iniciativa.

Entre a celebração do 60º aniversário de ordenação sacerdotal do Padre Agostinho Caldas Afonso e a inauguração da clinica de hemodiálise na Santa Casa da Misericórdia de Monção, António Barbosa passou pelo Parque das Caldas, convivendo com os presentes e agradecendo a participação na iniciativa.

“O sucesso é de todos”

No lançamento desta ideia, Natália Rocha, havia referido que “a concretização das atividades de verão responde favoravelmente aos anseios dos pais”, revelando-se “muito importantes no processo de sociabilização das nossas crianças”.

Hoje, de sorriso rasgado, verificava no terreno que as suas palavras faziam todo o sentido. O balanço não podia ser mais positivo. E os comentários mais elogiosos. As atividades de verão terminaram em grande com um convívio fantástico. Já tem saudades? No próximo ano, há mais.

Na hora da entrega dos diplomas de participação, Natália Rocha congratulou-se com o sucesso da iniciativa e agradeceu a disponibilidade e dedicação de todos os organismos e pessoas envolvidas. “As atividades correram lindamente. O sucesso é de todos. Agradeço, de coração cheio, o vosso envolvimento” sublinhou.

Pela primeira vez no concelho

Esta iniciativa, que aconteceu pela primeira vez no concelho, englobou várias iniciativas de caráter pedagógico, lúdico, cultural e desportivo. As crianças aprenderam a “reciclar e educar”, a serem “arqueólogos e policias por um dia”, a divertirem-se em “jogos e histórias”, a construírem um “muro de CD`s” e a explorarem o território na “caça ao tesouro”.

A iniciativa compreendeu também jogos teatrais, visitas guiadas, artes plásticas, passeios de pónei, atividades aquáticas, jogos tradicionais, e iniciação ao basquetebol, karaté, ciclismo/BTT, natação e patinagem. As crianças envolveram-se ainda na “decoração de bolos” e em “aulas com instrumentos musicais”.

]]>
REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONÇÃO http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43261 Wed, 11 Jul 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43261
DEVER DE INFORMAÇÃO
   
Informação n.º 13 - Informação de despachos exarados pelo Pelouro das Obras e Urbanismo, no período compreendido entre 21 e o 29 de junho de 2018. Informação de despacho da presidência aprovando a 5.ª alteração ao Orçamento e PPI-Plano Plurianual de Investimentos – 2018.

ORDEM DO DIA

Assunto n.º 116 - Apreciação e votação da Ata n.º 11/2018, relativa à reunião ordinária de 19 de junho de 2018.

Assunto n.º 117 - Ratificação de despacho da Presidência exarado nos termos do n.º 3 do art.º 35º da Lei n.º 75/2013, de 12/09, concedendo autorização à Confraria do Bonfim para utilização de artefactos pirotécnicos nas festividades em Honra do Sr. do Bonfim, nos Anhões.

Assunto n.º 118 - Ratificação de despacho da Presidência exarado nos termos do n.º 3 do art.º 35º da Lei n.º 75/2013, de 12/09, concedendo autorização à Pirotecnia de Barbeita para utilização de artefactos pirotecnicos na Festa Quinta da Pedra Chairity Tour - Festa Minhota, na Quinta da Pedra - Longos Vales.

Assunto n.º 119 - Ratificação de despacho da Presidência exarado nos termos do n.º 3 do art.º 35º da Lei n.º 75/2013, de 12/09, concedendo autorização à Pirotécnia de Barbeita para utilização de artefactos pirotécnicos na Festa em Honra à Senhora da Saúde, no lugar de Temporão - Barroças e Taias.

Assunto n.º 120 - Apreciação e votação de um pedido da Pirotecnica de Barbeita solicitando autorização para utilização de artefactos pirotécnicos nos termos do n.º 2 do art.º 29º do DL n.º 124/2006, de 28/06, com alteração introduzida pelo DL n.º 17/2009, de 14/01, nas festividades em Honra à N. Sra. da Saúde e Necessidades, no lugar da Portela - Riba de Mouro.

Assunto n.º 121 - Apreciação e votação de um pedido de José António Silva Torralvo, a solicitar a ocupação da via pública para instalação de circo (recinto itinerante), no lugar do Souto, no período compreendido entre os dias 27 e 30 de julho de 2018.

Assunto n.º 122 - Apreciação e votação de requerimento de João Lima Branco e de Vitor Manuel Prieto Alves, a solicitar a isenção de taxas no Proc. LE-EDI n.º 3/2018, referente à obra de reconstrução e alteração de edifício, na rua 5 de outubro - Monção.

Assunto n.º 123 - Apreciação e votação de autorização de abertura de procedimento para "fornecimento de serviços de energia elétrica para as instalações alimentadas em média tensão, baixa tensão especial e normal (inclui IP)" – 2018.

Assunto n.º 124 - Apreciação e votação de uma proposta de designação de cidadãos para integração da Comissão Municipal de Toponímia.

Assunto n.º 125 - Apreciação e votação de uma proposta de Abertura de procedimento concursal para Aquisição de Serviços de Transportes Escolares no ano letivo de 2018-2019, incluindo aprovação das peças do procedimento e nomeação do júri do concurso.

Assunto n.º 126 - Apreciação e votação de proposta de abertura de procedimento concursal para constituição de relação jurídica de emprego a termo certo pelo período de 12 meses.

Assunto n.º 127 - Apreciação e votação de minuta de um contrato de Empréstimo de longo prazo até ao montante de 349.357 €, a outorgar com o BPI, SA – Banco Português de Investimos, destinado a restituir à Brenntag Portugal – Produtos Químicos, Lda., o montante pago por esta pela compra de um lote no Pólo Industrial da Lagoa, para a realização de um investimento, conforme acórdão de 03-05-2018, do Supremo Tribunal de Justiça.

INTERVENÇÃO DO PÚBLICO

]]>
MUNICIPIO CRIA ZONAS DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43241 Intervenções, cujo custo é suportado pelo município, abrangem vários locais do concelho, envolvendo uma área global de 22,45 hectares. Trabalhos realizaram-se no Polo Empresarial da Lagoa, efetuando-se atualmente na EM 1153, nas freguesias de Cambeses e Longos Vales.  ]]> Wed, 11 Jul 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43241

A Câmara Municipal de Monção está a proceder à criação de uma rede de faixas de gestão de combustível (zonas de prevenção e segurança contra incêndios) em diferentes áreas do território concelhio, cujo objetivo principal consiste na redução do perigo de incêndio florestal, salvaguardando pessoas e bens.

Após convite a três empresas, os trabalhos foram entregues à empresa “Merufobras, Construção Civil, Obras Públicas e Exploração Florestal, Lda”, por um valor próximo de 45 mil euros, encontrando-se presentemente em fase de execução.

Concluída a intervenção no Polo Empresarial da Lagoa, numa área total de 9,85 hectares, os trabalhos decorrem na EM 1153, área de 5,3 hectares, abrangendo as freguesias de Cambeses e Longos Vales. Os trabalhos estão a ser realizados numa faixa mínima de 10 metros nos dois lados da rede viária.

Seguem-se trabalhos de limpeza na EM 505 (4,9 hectares), na EM 505-1 (1,7 hectares) e na EM 1362 (0,7 hectares). Em linhas gerais, pretende-se corporizar uma intervenção mais criteriosa focada na descontinuidade das formações vegetais, facilitando eventuais combates aos fogos florestais.

Prevenção florestal é uma prioridade do atual executivo

As faixas de gestão de combustível tem como função diminuir a superfície percorrida pelos incêndios, bem como proteger vias de comunicação, infraestruturas, zonas edificadas e povoamentos florestais. Asseguram também uma intervenção mais célere e eficaz em caso de incêndio.

A realização destes trabalhos, cujo custo é suportado pelo Município, surge no seguimento de outras iniciativas preventivas como ações de sensibilização nas freguesias e apoio aos munícipes afetados pelos incêndios de 15 de outubro, através da apresentação de candidaturas junto da CCDR-N.

Medidas que têm sido acompanhadas por diversos apelos do autarca monçanense, António Barbosa, junto de gabinetes ministeriais e representantes da Administração Central, visando que os processos entrados naquele organismo ganhem um novo impulso, apoiando as pessoas que viram as suas habitações serem destruídas pelo fogo. 

Há dias, na abertura da Feira do Alvarinho, António Barbosa solicitou ao Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel que, dentro das suas competências, interceda no sentido de desbloquear esta situação penalizadora para quem tanto sofreu com os incêndios e continua a sofrer com este impasse incompreensível.

 “Desde o início do mandato que olhamos para a prevenção florestal como uma prioridade. Criamos o gabinete de proteção civil, promovemos ações de sensibilização nas freguesias, apoiamos os populares lesados pelos incêndios e estamos a criar zonas de proteção e segurança. O objetivo é garantir condições para minimizar o risco de incêndio florestal, protegendo pessoas e bens” António Barbosa

]]>
FOLK MONÇÃO “O MUNDO A DANÇAR” VOLTA A ENCANTAR http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43221 Festival, apresentado no Palácio da Brejoeira, decorre entre 29 de julho e 6 de agosto, em 9 concelhos do Alto Minho (exceção é Viana do Castelo) e 2 da Galiza (Salvaterra de Miño e Vila Nova de Arousa). Os espetáculos, com início às 22h00, são todos gratuitos, contando com a participação de agrupamentos da África do Sul, Argentina, Bielorrússia, Buriácia, Colômbia, Espanha, Taiti, Ucrânia e Portugal. Os cinco continentes num espetáculo de dança, música e intercâmbio de ideias.]]> Fri, 06 Jul 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43221

Os incêndios do passado dia 15 de outubro atingiram o local de depósito do material utilizado no Folk Monção “O Mundo a Dançar”, destruindo grande parte dele. Na altura, pensou-se que a edição deste ano estaria comprometida. Não aconteceu. O Grupo Folclórico da Casa do Povo de Barbeita empenhou-se a duplicar e o festival deste ano promete voltar a encantar milhares de pessoas.

Na quarta-feira, ao final da tarde, nas antigas cavalariças do Palácio da Brejoeira, foi apresentada a 33ª edição com um misto de satisfação e orgulho. O olhar do diretor do festival, Boaventura Rodrigues, não enganava. Os rostos “iluminados” dos restantes membros da organização também não.

O presidente da Câmara Municipal de Monção, António Barbosa, esteve presente no encontro com os jornalistas. Acompanhado pelo autarca de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, a vereadora da cultura de Caminha, Liliana Ribeiro, e o Tenente Alcalde de Vila Nova de Arousa, Javier Touris.

Para António Barbosa, o Folk Monção “O Mundo a Dançar”, constitui um momento extraordinário de música e dança, representando uma maior proximidade entre os povos dos cinco continentes, promovendo a partilha de ideias, valores e conhecimentos.

O autarca monçanense enalteceu a parceria que envolve a realização do festival e desafiou a organização e os municípios a irem mais longe, propondo uma conjunto de atividades complementares durante os dias do festival para fixar os visitantes mais tempo na região.

Bancadas na Praça Deu-la-Deu

Quanto aos espetáculos realizados na Praça Deu-la-Deu, António Barbosa adiantou que serão colocadas bancadas para uma melhor visualização. “As pessoas são tantas que muitas não conseguem ver os espetáculos nas melhores condições. As nossas bancadas vão permitir minimizar essa situação” acentuou.  

Reconhecido pelo CIOFF desde 2006, o Folk Monção “O Mundo a Dançar”, decorre, entre 29 de julho e 6 de agosto, em 9 concelhos do Alto Minho (exceção é Viana do Castelo) e 2 da Galiza (Salvaterra de Miño e Vila Nova de Arousa). Monção recebe espetáculos na Praça Deu-la-Deu e em Ponte de Mouro, freguesia de Barbeita.

Os espetáculos, com início às 22h00, são todos gratuitos, contando com a participação de agrupamentos vindos de 9 países: África do Sul, Argentina, Bielorrússia, Buriácia, Colômbia, Espanha, Taiti, Ucrânia e Portugal. Os cinco continentes num espetáculo de dança, música e partilha de ideias.

Além dos espetáculos, realiza-se no primeiro dia, em Ponte do Mouro, Barbeita, uma festa convívio com todos os grupos participantes, organização, entidades, patrocinadores e voluntários. No dia 2 de agosto, quinta-feira, a partir das 10h00, decorrem ateliês de dança e desfile dos grupos pela feira semanal e ruas da vila de Monção.

O festival é visualizado por dezenas de milhares de pessoas, contando, entre organização, participantes e voluntários, com cerca de 600 pessoas, dos quais 120 voluntários. Os participantes ficam alojados na EB 2.3 de Monção em beliches nas salas de aulas.

]]>
“ROTEIRO DE PROXIMIDADE” A LORDELO http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43201 Em permanente contacto com a população local, Antonio Barbosa e José João Machado deslocaram-se, entre outros locais, ao Caminho de Souto de Baixo. Em fase de melhoramento, permitirá ganhos para a população local tanto em termos de circulação automóvel como de apoio à agricultura, facilitando o regadio dos campos.]]> Wed, 04 Jul 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43201

Com a reunião descentralizada do Executivo Municipal marcada para as 21h30, na sede da junta de Lordelo, o autarca monçanense, António Barbosa, passou grande parte da tarde (25 de junho, segunda-feira), naquela freguesia do Vale do Gadanha superior, identificando necessidades, definindo prioridades e apontando soluções para o bem-estar da população local.

Acompanhado pelo presidente da União de Freguesias de Sago, Lordelo e Parada, José João Machado, foram visitados vários locais considerados prioritários pela população local para intervenção futura. Deslocação ainda a empreitadas em desenvolvimento.

A cada passo, António Barbosa sentia o peso do carinho das pessoas. Aproximavam-se para falar sobre algumas intervenções necessárias para o desenvolvimento da freguesia, mas também para dar-lhe os parabéns pelo trabalho que está a ser feito no concelho de Monção.

António Barbosa deslocou-se a uma das obras estruturantes para a freguesia: o Caminho de Souto de Baixo. Um investimento importante da junta de freguesia, cerca de 55 mil euros, com benefícios para a população tanto em termos de circulação automóvel como de apoio à agricultura.

Numa extensão ligeiramente superior a 400 metros, foram instaladas várias “tolas” ao longo do percurso. Assim que a obra estiver concluída, serão utilizadas para o regadio dos campos situados junto ao caminho, cujo pavimento será executado em betão. 

Neste périplo, António Barbosa teve a oportunidade de verificar os trabalhos de limpeza das bermas e familiarizar-se com a toponímia e numeração de habitações, deslocando-se ainda à antiga Escola Primária de Lordelo e Parada, edifício que o autarca monçanense já havia visitado no “Roteiro de Proximidade”, realizado à freguesia de Parada.

Aquele imóvel, onde está localizado o marco divisionário de Parada e Lordelo, encontra-se em estado deteriorado, sendo intenção do executivo local proceder à recuperação desta estrutura letiva com memória para as pessoas daquela área do concelho de Monção. O objetivo é a criação de um espaço polivalente adaptado a distintas funções. 

]]>
VISITA DE DEPUTADO DA DEPUTACION PROVINCIAL DE PONTEVEDRA À SEDE DA EUROCIDADE MONÇÃO –SALVATERRA DE MIÑO http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43181 Numa jornada de reconhecimento pelo território banhado pelo rio Minho, Uxio Benitez, deputado da Cooperación Transfronteiriza da Deputación Provincial de Pontevedra, visitou, esta manhã, a sede da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, no lugar da Lodeira, em Monção.]]> Tue, 26 Jun 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43181

Numa jornada de reconhecimento pelo território banhado pelo rio Minho, Uxio Benitez, deputado da Cooperación Transfronteiriza da Deputación Provincial de Pontevedra, visitou, esta manhã, a sede da Eurocidade Monção – Salvaterra de Miño, no lugar da Lodeira, em Monção.

Acompanhado pela equipa gestora dos projetos Interreg Smart Minho e Visit Rio Minho, o responsável galego foi recebido pelo vereador da Ação Social, Cultura e Turismo, João Oliveira, naquele espaço de promoção e cooperação transfronteiriça, outrora posto alfandegário.

João Oliveira e Uxio Benitez trocaram impressões sobre as fragilidades e potencialidades do rio Minho, coincidindo ambos na importância deste troço de água internacional no desenvolvimento empresarial, cultural e social desta região do noroeste peninsular.

Neste contacto, foram aflorados alguns projetos estruturantes para os dois lados da fronteira que, em síntese, estão relacionados com a valorização da travessia rodoviária e pedonal, com uma maior dinamização cultural e desportiva entre as duas localidades e com o reforço da componente turística associada à navegabilidade do rio Minho.

]]>
ATIVIDADES DE VERÃO “ENRIQUECEM” CRIANÇAS DOS 3 AOS 6 ANOS DO CONCELHO http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43161 110 crianças, com idades entre 3 e 6 anos, participam em atividades de caráter pedagógico, lúdico, cultural e desportivo. As ações, que decorrem pela primeira vez no concelho, realizam-se na Escola Básica José Pinheiro Gonçalves e na EB1 do Vale do Mouro – Tangil. Começaram hoje, prolongando-se até 13 de julho.]]> Mon, 25 Jun 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43161

As atividades de verão para crianças do Agrupamento de Escolas de Monção, com idades entre 3 e 6 anos, iniciaram-se hoje, prolongando-se até 13 de julho. Decorrem na Escola Básica José Pinheiro Gonçalves e na EB1 do Vale do Mouro – Tangil, entre as 9h00 e as 17h00, com intervalo para almoço, nas cantinas das escolas, das 12h00 às 14h00.

Promovidas pela Câmara Municipal de Monção com a colaboração do Agrupamento de Escolas de Monção e diversas associações do concelho, as atividades de verão são gratuitas, sendo participadas por um total de 110 crianças nos dois estabelecimentos de ensino.

Permitem a ocupação saudável das crianças num período de pausa letiva, proporcionando-lhes o contacto com um conjunto de ações enriquecedoras sobre o ponto de vista emocional e social. Constituem igualmente o ponto de partida para a apetência dos jovens pela prática musical e desportiva.

Para a vereadora da Educação, Juventude e Recursos Humanos, Natália Rocha, “a concretização das atividades de verão responde favoravelmente aos anseios dos pais, os quais encontram muitas dificuldades para ocupar os filhos neste período, revelando-se muito importantes no processo de sociabilização das nossas crianças”

Nas atividades de verão, que acontecem pela primeira vez no concelho, estão previstas várias iniciativas de caráter pedagógico, lúdico, cultural e desportivo. Assim, as crianças vão aprender a “reciclar e educar”, a serem “arqueólogos e policias por um dia”, a divertir-se em “jogos e histórias”, a construir um “muro de CD`s” e a explorar o território na “caça ao tesouro”.

A iniciativa compreende também jogos teatrais, visitas guiadas, artes plásticas, passeios de pónei, atividades aquáticas, jogos tradicionais, e iniciação ao basquetebol, karaté, ciclismo/BTT, natação e patinagem. As crianças vão ainda envolver-se nas atividades “pintura de iluminárias”, “decoração de bolos” e “aula com instrumentos musicais”.

]]>
MUNICIPIO OFERECE FICHAS DE ATIVIDADES DO 1º E 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43141 Além de constituir um importante apoio financeiro para os encarregados de educação, a iniciativa municipal, que acontece pela primeira vez, contribui para a rentabilização da economia local, uma vez que a encomenda das fichas apenas pode ser feita nas papelarias do concelho.   ]]> Mon, 25 Jun 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43141

A Câmara Municipal de Monção está apostada em reforçar as condições de funcionalidade e aprendizagem nos estabelecimentos de ensino do Agrupamento de Escolas de Monção, criando um conjunto de medidas para implementação no ano letivo 2018/2019.

No fundo, pretende-se a valorização do ensino público, proporcionando condições adequadas a todos os intervenientes no processo educativo (alunos, professores, auxiliares e encarregados de educação) e garantindo uma verdadeira igualdade de oportunidade para todos.

Além do apoio para a aquisição de material de limpeza, cedência de material escolar e transporte escolar gratuito para todos os alunos, a autarquia vai oferecer as fichas de atividades do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico, do 1º ao 6º ano de escolaridade, a todos os alunos do ensino público.

Apoio com quatro passos

Primeiro: distribuição da informação pelos alunos através de uma carta, com todas as orientações, e um destacável/ficha de inscrição. Neste momento, encontra-se em fase de distribuição pelos alunos daqueles níveis de ensino.
 
Segundo: preenchimento do destacável/ficha de inscrição e entrega no Arquivo Municipal, até 15 de julho, onde receberá um voucher. Para o levantamento, os encarregados de educação devem fazer-se acompanhar de cartão de cidadão ou bilhete de identidade.

Terceiro: entrega do voucher e respetiva encomenda das fichas de atividades, até 31 de julho, numa das papelarias do concelho de Monção à escolha.

Quarto: levantamento das fichas de atividades na papelaria escolhida, até 31 de agosto. Caso estes prazos não sejam cumpridos, as fichas poderão não ser entregues.

Além de constituir um importante apoio financeiro para os encarregados de educação, a iniciativa municipal, que acontece pela primeira vez, contribui para a rentabilização da economia local, uma vez que a encomenda das fichas apenas pode ser feita nas papelarias do concelho.  
  
Atenção aos prazos:

Entrega do destacável/ficha de inscrição, no Arquivo Municipal de Monção, até 15 de julho, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00, de segunda a sexta-feira.

Encomenda das fichas de atividades, numa das papelarias de Monção à sua escolha, até 31 de julho.

Levantamento das fichas de atividades, na papelaria escolhida, até 31 de agosto.

Caso estes prazos não sejam cumpridos, as fichas de atividades poderão não ser entregues.

]]>
A UNIÃO FAZ A FORÇA http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43121 O Município de Monção, o Desportivo de Monção, a União Desportiva “Os Raianos” e a União Desportiva de Moreira, formalizaram ontem à noite, 21 de junho, no Salão Paroquial de Monção, um protocolo de cooperação interassociativo para o desenvolvimento desportivo do concelho de Monção.]]> Fri, 22 Jun 2018 00:00:00 GMT http://www.cm-moncao.pt/portal/page/moncao/portal_municipal/noticias?id_noticia=43121

O Município de Monção, o Desportivo de Monção, a União Desportiva “Os Raianos” e a União Desportiva de Moreira, formalizaram ontem à noite, 21 de junho, no Salão Paroquial de Monção, um protocolo de cooperação interassociativo para o desenvolvimento desportivo do concelho de Monção.

O documento, aprovado em reunião do executivo municipal do passado dia 19 de junho, na sede da junta de freguesia de Mazedo, destina-se à formação dos jovens atletas monçanenses, na modalidade de futebol, englobando-se, por esse motivo, apenas os clubes com atividade na área da formação.

Em linhas gerais, o protocolo entre o Município de Monção e os três clubes mencionados tem como objetivo definir as condições de organização de cada um dos clubes envolvidos, visando o aumento da qualidade e competitividade das equipas monçanenses.

Em declarações à imprensa local, o Presidente da Câmara Municipal de Monção, António Barbosa, afirmou: “quando os clubes se entendem, o município está sempre presente. Os clubes tiveram essa vontade e o município não podia dizer que não. Estou convencido que o futuro da formação passa por aqui. Mais tarde ou mais cedo, os resultados vão aparecer”.

De acordo com o protocolado, todos os clubes podem constituir equipas de petizes e traquinas (futebol de 5) e benjamins e infantis (futebol de 7), ficando o escalão de iniciados com a União Desportiva de Moreira, o escalão de juvenis com a União Desportiva “Os Raianos” e o escalão de juniores com o Desportivo de Monção.

No âmbito deste protocolo, é da responsabilidade dos clubes outorgantes a obrigatoriedade de terem treinadores devidamente habilitados e credenciados com adequada formação desportiva. Os direitos de formação de atletas que cheguem a profissionais, serão repartidos pelos clubes, em função do número de anos de filiação.

O presente protocolo, aprovado anteriormente pelos clubes nas respetivas assembleias gerais, entra em vigor na época 2018/2019, tendo validade por uma época desportiva, renovando-se automaticamente por iguais períodos, caso não seja denunciado por qualquer das partes.

]]>